Cuidado: o fígado é um orgão silencioso

Cuidado: o fígado é um orgão silencioso

Cuidado: o fígado é um orgão silencioso

Doenças Hepáticas

O fígado na maioria das vezes é um órgão silencioso, estando os pacientes hepatopatas muitas vezes assintomáticos.

As doenças que o afetam tem curso através de anos e a via final comum pode ser a cirrose e/ou câncer de fígado. As altas frequências de doenças do fígado (hepatopatias), sejam elas de etiologia viral ou não, torna a adequada avaliação das suas alterações extremamente importante. A definição da conduta de tratamento dos pacientes tem por objetivo evitar o estágio terminal, geralmente representado por curso de cirrose e câncer hepático.

Na história do hepatopata sempre deve-se listar as drogas usadas pelos pacientes, e entre todas elas é especialmente importante quantificar a ingesta alcoólica. As hepatopatias por drogas ou derivadas do alcoolismo são tratadas com a suspensão de seu uso. Atualmente o tratamento das hepatites crônicas virais teve evolução fantástica controlando a doença ou curando nossos pacientes. Os diversos cânceres que podem acometer o fígado, também podem ser por vezes curados se o diagnóstico for precoce.

Para isso, conta-se com diversos procedimentos de imagem do fígado utilizando-se a ultrassonografia, a tomografia computadorizada, a ressonância magnética e estudos endoscópicos da árvore biliar. As doenças imunes hoje são bem definidas e os tratamentos seguem protocolos bem estabelecidos.

Finalmente, a doença hepática gordurosa não alcoólica está considerada como a doença mais frequente do fígado na atualidade. Seus fatores de risco são a obesidade, diabetes mellitus tipo II e dislipidemia (alterações do metabolismo do colesterol e triglicerídeo). O tratamento visa o controle desses fatores de risco prevenindo a evolução da doença para formas mais graves. Para esses pacientes a mudança na atitude dietética e a realização de atividade física são fundamentais.

Para concluir, uma avaliação cuidadosa por especialista em hepatologia, que leve ao diagnóstico preciso da hepatopatia é a melhor forma de se conduzir uma doença hepática.

 

O Instituto de Gastroenterologia de Joinville (IGED) foi criado para oferecer a Joinville um centro especializado em Gastroenterologia clínica, cirúrgica e endoscopia digestiva, pautando sua trajetória de 20 anos na excelência e crescimento profissional constante de seus médicos.

Redes Sociais: